Transar no primeiro encontro? Sim, obrigada!

Uma coisa que tenho percebido aqui no Brasil é o papinho das garotas, já ouvi diversas vezes de amigas,conhecidas e de amigas de amigas ( mas lógico que não levo isso como regra para post), é que o famoso “doce” deve ser feito, afinal, ninguém quer que o cabra em questão pense que a moça é ” fácil”.

As mulheres do Brasil estão cada vez mais independentes, eu não entendo o motivo deste pensamento machista. Sim, porque uma mulher que não se deixa levar pelo prazer, só para evitar o julgamento de um homem, é um pensamento machista.

Na Finlândia, as coisas são mais simples e liberais. Todas as moças que conheço e convivo transam quando querem, se quiserem, e abusam da liberdade sexual ( e ainda assim a taxa de natalidade continua baixa, mas a AIDS têm aumentado entre as mulheres).

Anna UUSIHEIMALA é a rainha dos encontros na Finlândia, ela tem um site de relacionamentos e escreve um blog sobre o assunto, ela também organiza aqueles encontros as escuras ( toda semana, lá na boate APOLLO, fica a dica viu pessoas?)

E o site fez uma pesquisa com a pergunta: ” transaria no primeiro encontro? 80% das mulheres que responderam ( 2 mil mulheres) transaram no primeiro encontro quando tiveram vontade, e os 20% restantes estavam divididas entre o pensamento de fazer o “doce”, ou o cara simplesmente não valeu a pena.

Eu fui cupido do meu professor de muay thai, apresentei a ele a mulher/ mãe do primeiro filho dele, e a historia deles foi a seguinte: Ela estava comigo tomando cerveja e me disse que achou o meu professor de muay thai um gato ( de fato ele é um xuxu, ainda de usa a palavra xuxu?? Enfim…), na mesma hora eu telefonei para ele e perguntei se ele estava afim de ir a um bar comigo e com uma amiga, ele disse que sim….eles beberam, conversaram e eu tirei meu time de campo, no outro dia, liguei para ela e perguntei: E aí? como foi?

E ela respondeu: Falo com vc depois, ele está aqui em casa dormindo.

Deu na primeira noite! Estão juntos há 4 anos, sendo que casaram ano passado e o primeiro filho tem 1 mês de vida 🙂 Bela história de amor né?

Sou a favor da mulher viver cada minuto da vida dela, se importando apenas com a própria busca da felicidade e do prazer.

Agora, se a moça em questão simplesmente não quer. Ela não quer e pronto, é o direito dela, e se o cara insistir, ele não é merecedor nem do segundo encontro. Um gentleman, sabe esperar.

Lembrando: As moças do circulo religioso evangélico, ainda são minoria na Finlândia ( eu me refiro as evangélicas reais…) e essas levam a vida de um modo diferente ( e muito respeitoso, tanto quanto as moças que transam no primeiro encontro)

Matéria que saiu no jornal de Helsinki sobre o tema:

http://www.hs.fi/kaupunki/a1435897842289

Então mulheres libertem se dos homens. E homens, aproveitem com camisinha ok?

Porque eu saí do Brasil e porque eu voltaria…

Para começar, saí do Brasil por amor, me casei com um finlandês pobre, que em 10 anos de casamento com uma administradora, já nem é tão pobre assim ( existe pobre na Finlândia ok?). Um amor tão grande, que é a única coisa que me mantém lá.

Pausa para explicar o “lá” … Estou no Brasil de férias e a trabalho, essa é a razão pela qual sumi!! E hoje é o primeiro dia depois de 4 semanas que olho para um PC.

Eu moro na Finlândia há 10 anos, falo finlandês bem ( sou intérprete e professora de português para estrangeiros), tenho um ciclo de amigos maravilhosos, tenho a nacionalidade, estou totalmente adaptada ao país, tão bem adaptada que estranho muita coisa no Brasil.

Não sou alienada, apesar de viver em uma zona de conforto, saio da bolha. Leio noticias, acompanho o que acontece no meu país. E agora estou aqui, vivendo essas emoções tão lindas, olhando para você as mesmas emoções sennttiiinndddooooo….( salve Roberto Carlos!!). E com tudo o que está acontecendo aqui, ainda assim voltaria.

Tenho amigos e parentes no judiciário, na politica, empresários, educadores, surfistas, maconheiros, poetas, intelectuais, artistas, artesãos e já ouvi de tudo…entre os meus amigos, poucos sairiam do Brasil, os mais jovens querem “meter o pé”, e os mais velhos usufruem do dinheiro de anos de trabalho e vida estabilizada e só saem do Brasil algumas vezes por ano para viajar.

Se eu não tivesse me mudado para Finlândia minha carreira sem dúvida teria decolado mais rápido, visto que quando saí, já estava no mundo dos negócios ( e bem!!)

Se voltasse agora, voltaria com mais bagagem e experiência. O suficiente para entrar no mercado e me manter dignamente, moraria em uma cidade tranquila ( existem ainda) e viveria…exatamente como meus amigos vivem.

Apesar de amar a Finlândia com toda minha alma, o meu SANGUE é brasileiro,amo meu país, minha língua, minha terra, minha cultura, talvez quando eu morar na Finlândia há uns 25 anos,essa situação mude, mas no momento é isso o que eu sinto.

O sangue fala alto sim viu? Tenho uma amiga nascida no Brasil, mas filha de pai finlandês,é um pouco mais velha do que eu, a Maila.

Pausa para um pensamento fora do tema…. já tentei chama- la para dupla sertaneja, parceira de blog sei lá…mas não rolou, já imaginaram? AYLA E MAILA, finlandeando para você!! hahahah..voltando ao tema…

A Maila, por ter herdado as características físicas do pai, sempre foi tratada como ” gringa” leia-se: tentativas de assaltos alternadas com tentativas de se dar bem em cima dela, apesar da Maila ter crescido em uma cidade boa, calma e com o conforto que a classe média tem para oferecer, ela quis viver a experiência de todas as histórias que o pai finlandês contava ( segundo ela, em português e com um sotaque esdrúxulo…rs), o sangue se misturava com o finlandês, foi para Finlância passando dos 30 anos e lá se encontrou. A nossa diferença é que minha alma é finlandesa e meu sangue é Brasileiro.

A Maila tem a alma e o sangue finlandês. Ela está no país dela. A Finlândia é dela. É minha também. No papel, sou tão finlandesa quanto ela, e entendo tanto quanto ela sobre nossa cultura finlandesa, mas nela, o coração bate mais forte, por onde ela se sente segura.

Mas e eu? Voltaria porquê?

  1. Pela minha família: Cuidar dos meus pais na velhice, ficar com meus tios mais amados, rir com meus irmãos e brigar com todo mundo na real, porque virtualmente é chato!
  2. Pela comida; Comer frutas e verduras sem gosto de plástico. Na Finlândia fruta com gosto de fruta, só no verão e vc pode escolher entre as frutinhas da floresta e os morangos.
  3. Pelo clima;
  4. Pela minha língua, falar o que eu penso em português, me dá um poder de oratória INCRÍVEL!!!!
  5. Pelas pessoas, em especial o povo nordestino, se voltasse, metia o pé no sudeste e no sul.
  6. Pelo mar, meu amor eterno.
  7. Pelos meus amigos.

Cada um é cada um, vide a minha história e a da Maila. Mas o post é porquê EU voltaria e não porque você quer sair.

Como meu amor pelo meu bicho de goiaba nórdico ainda continua igualzinho e pelo andar da carruagem será assim por muitos anos, eu sei que meu lar é lá e me orgulho disso também. Tenho amor pelo povo finlandês, se uma guerra acontecesse agora, mandaria minhas filhas para o Brasil e lutaria com meu marido até a morte para defender a Finlândia.

Mas no fundo caio sempre na mesma, o que me move é o amor…e o tesão…obviamente!

Voltaria, mas no momento, diga ao povo que, não fico!!!

Problemas educacionais pelo mundo afora

Participei de um debate educacional, no qual classifico como o melhor de todos os tempos. Por qual razão? Foi um debate com a ministra (Finlândia) , com o presidente do sindicato dos professores (Finlândia), com representantes da ONU ( Bélgica e Franca) e da YK ( Nova york), professores da Europa, dos USA e Africa. Mas o motivo pelo qual  foi o melhor, foi porquê não discutimos apenas a educacão nas escolas na Finlândia, mas os problemas atuais, as solucões encontradas ou a serem implantadas e que tipo de método utilizado aqui se aplicaria na áfrica, por exemplo? Vamos comecar pela questão que eu levantei, pensando no nosso Brasil.

1-” Como controlar a violência contra os professores?”  ( resposta dada pela ministra Kiuru)

R= O aluno deverá ser encaminhado para um psicólogo para primeiro tentar se entender o motivo da violência e se for o caso, depois punido. ( daí pensei, qual a porcentagem de escolas públicas com psicólogo á disposicão?)

2- Apenas a educacão poderá resolver problemas sociais como: Desemprego, intolerância, racismo e xenofobia? ( resposta dada pelo representante da ONU)

R= Sim, uma educacão vindo da escola e dos pais. A escola mostra as opcões e os pais ajudam a escolher o caminho. Nas aulas de teologia por exemplo, o aluno tem acesso a informacão e apenas ele escolherá se terá uma religião ou não, nas aulas de política e história ele aprenderá como a tolerância ou a falta dela influenciou para chegarmos onde chegamos, nas aulas de empreendedorismo ele aprenderá a gerar um negócio próprio e etc… 

3- Como combater o declinio profissional dos professores em alguns países? ( resposta dado pelo representante da YK)

R= Os governos DEVEM primeiramente investir na formacão de bons professores. Depois tornar a profissão atrativa através de bons salários e fornecer treinamento para os mesmo ao longo de toda uma vida profissional. O governo também deve dar uma total liberdade aos sindicatos de professores e profissionais da educacão para que eles possam descobrir e colaborar com métodos de facilitacão para um plano educacional a ser seguido.

Meu plano era colocar aqui pelo menos umas 10 questões levantadas nessa reunião, porém confesso que me desanimei, a cada linha que escrevo, me veem a sensacão de tristeza, só de pensar na situacão do nosso país. Não me refiro a realidade de ( alguns) colégios particulares que são verdadeiras empresas que visam o lucro. Mas as escolas que deveriam ser sustentadas pelos impostos e dar em troca ao povo uma educacão digna.

Eu tenho um sonho, uma vontade de ajudar o nosso país, nossas escolas, nosso governo. Quem sabe um dia? Por enquanto já tenho feito  o que posso.

Uma informacão para os professores de plantão, já ouviram falar da organizacão mundial “professores sem fronteiras?” Vale a pena conhecer esse trabalho e quem sabe não se inscrever? aqui vai o link:

http://www.teacherswithoutborders.org/

20150123_133337

20150123_112029

Aproveitei para tirar uma foto com a ministra da educacão Krista Kiuru, a foto ficou horrivel, mas deu para perceber que temos sintonia né? ( de cores pelo menos) E conversando com ela, descobri duas coisas: Ela é mais nova do que eu e fez faculdade junto com uma grande amiga minha daqui de Kouvolazinha ( o centro do universo)

Adão á procurar sua Eva

No Brasil, enquanto a populacão reclama da rede globo que corrompe os lares brasileiros com um beijinho gay entre as maravilhosas atrizes Natalia Timberg e Fernanda Montenegro. Aqui na Finlândia tem um programa chamado ” Adão procura Eva”. Basicamente, é um encontro ás escuras, no qual o participante terá que escolher entre dois candidatos. O elemento surpresa é que eles estão em uma ilha paradisíaca. E… completamentes nus. Lógico, que eles sabem de tudo isso antes de participar do programa. Não vejo pq não gosto de programas “mundo cão”, mas achei interessante postar algo do tipo, ou seja: Na Finlândia pode até ter a educacão numero um do mundo, mas ninguém está livre dos programas ruins de TV e acreditem baixaria dá ibope em qualquer lugar do mundo. Vou colocar o link com um videozinho do programa, no qual, os rapazes, estão fazendo várias competicões para tentar atrair a atencão da jovem. Inclusive dando cambalhotas. Agora vc me diz depois disso…evoluímos mesmo Lombardi?

http://www.nelonen.fi/ohjelmat/aatami-etsii-eevaa/1878086-alastomilla-treffeilla-kukkotappelun-ainekset-ilmassa-hanen-aivokapasiteetti-ei-riita-tuottamaan-mitaan-muuta-tekstia

Ainda sobre o beijo gay, aqui na Finlândia temos a nossa “malhacão” também,  a novelinha #salatut elämät# vidas secretas em português, tem de tudo…gente que morre e volta, gay, lésbica, assassinato, romance com vários ao mesmo tempo, mentiras, e traicão..bota traicão nisso..todo mundo nessa novelinha já se pegou. E está no ar há quase 16 anos!

O video abaixo é um resumo das cenas de um dos casais gays na novela. Para você que teme que seu filho seja desvirtuado vendo a globo, não é incrível que os jovens por aqui sejam “normais” vendo isso? ( tom irônico da Ayla).

O máximo é quando o menininho que é irmão do namorado do Mika diz: “Pq os meninos se beijam?” E ele responde ” Pq nos amamos” e o pai completa beijando a mãe do garoto ” assim como nós”.

Be my guest e veja o video: https://www.youtube.com/watch?v=2xi_FYuxmEY

Jogo rápido

Jogo rápido hoje ok?

1- ” sou negro e quero ir para Finlândia, sofrerei muito preconceito?”-  Quando eu for Deus te aviso.

2- “Daqui 7 anos quero me mudar com minha família para Finlândia, consigo trabalho?” – Jura?Que bom, bem vindos. Vide resposta 1.

3- ” Adoro Heavy metal e tenho uma banda, qual a possibilidade de me lancar na Finlândia?” …….Vide….

4- ” Sou lésbia, tem muita lésbica aí?” – Tem.

5- ” Nunca viajei para o exterior, será que vc poderia fazer um mapa para eu usar assim que sair do aeroporto de Helsinki? – Google?

Na boa? Depois neguinho me pergunta, porquê sumiu? Eu tenho minha caixa de email lotada dessas pérolas por mês. Eu sumo, para o fluxo cair e a quantidade de emails diminuir tbém. Lógico que recebo perguntas e criticas muito legais, e que até posto nos comments, mas a grande maioria é deste nível. Não estou disposta. Existem blogueiros que vivem de um blog, não é meu caso, eu estava até pensando em abrir um site e fazer dele um negócio, usando já o nome que tenho na área, os meus contatos e etc…mas aí pensei, muita dedicacão ao site e não conheco nenhum blogueiro rico. Então desisti, visto que atualmente tenho vivido muito bem das minhas aulas e das minhas traducões. Quem sabe um dia eu viva exclusivamente para esse mundo virtual? No momento o meu mundo real me dá tanto tesão que é dureza sair dele para ficar horas no blog, no face, no Instagram e sei lá mais o quê.

Update: Para quem não sabe o conceito de blog é ser um diário virtual. Aberto ao público ou fechado para um ciclo de amigos.

Como o “diário” é meu. Posso ser: arrogante, irônica, mal- informada, mal educada, sarcástica e o escambal. Quem lê meu diário virtual já se beneficiou muito com as informações. E os que me mandaram perguntas com um real interesse, obtiveram respostas no nível. Cada um recebe o que dá.

Inclusive o recado.

Da Finlândia para a Rússia.

Depois de 10 anos por aqui, fui á St.Petersburgo pela primeira vez nesta primavera. Mesmo sendo apenas duas horas de trem, saindo da minha cidade, duas coisas nunca me motivaram á ir: Precisar de visto e a campanha negativa que ABSOLUTAMENTE TODOS meus amigos Finlandeses faziam da Russia. Que existem diferencas entre os dois países, existe até hoje. Mas escrevo sobre isso em um outro post. Esse aqui vai ser um relato de viagem. Veja bem, meu blog, não é de viagem, aliáis, não é de nada. é o meu blog. Mas se alguém consegue se beneficiar com o que eu publico, já ganho o dia.

Como eu tive que ir primeiro para Estônia para encontrar com o meu tio, decidi pegar um ônibus saindo de Tallin para St.Petersburgo. Adorei a viagem. Foram 6 horas de ônibus.Porém em um ônibus digno. Cada poltrona com um ecrã, com diversas programacões como: Filmes, jogos, TV, google e etc. Programas e filmes em Inglês, russo e estoniano. A empresa que utilizamos foi a LUX EXPRESS, que tem precos para todo bolso e diferentes tipos de ônibus. Optei pelo Lux express lounge, que nos faz sentir na primeira classe de um avião. A passagem custou 32 euros por pessoa. Foi na promocão, e valeu a pena. Maiores informacões http://www.luxexpress.eu/en/lux-express-lounge.

20150419_075729

O controle de entrada na Russia é rigoroso, fomos parados 3 vezes para checagem de passaporte e bagagem, detalhe, eles também checavam a bagagem dos russos, ou seja, nem poderia pensar que era discriminacão. Como atualmente brasileiros não precisam de visto para entrar na Russia, não tivemos problemas nenhum.

Chegando em St.Petersburgo, confesso que pensei “que porra is that?” Feia, suja, ao redor da rodoviária cheio de carro velho. Resumindo, me senti em casa. São Paulo, é vc?

Um fato interessante, na Russia, qualquer carro pode ser um táxi ( medo), nossa guia tinha me dito que o valor justo da rodoviária para meu hotel seria de mil rublos. Então, na Estônia pedi para um amigo russo escrever no papel “pago no máximo mil rublos”. Em frente á rodoviária tem uma fila de carros, sem placa de taxi, porém estacionados no lugar para táxis, cheguei para negociar, e o cara foi falando de cara 600 rublos para esse hotel. Ok. Então …let´s goooo. Erro meu, depois descobri, que poderia ter pago 400 rublos e sairia linda :). Mas 600 rublos não é muita coisa ( 6 euros). O caminho até o hotel foi assustador, St.Petersburg é suja, muito suja. Só mostra o nível de educacão da populacão.

Porém chegando próximo do nosso hotel, a coisa foi ficando menos “russa” ( trocadilho besta, mas se não fizesse, eu não seria eu.)

O Hotel 1

Golden Triangle Hotel Nevsky

Hotel 4 estrelas, localizado na esquina da avenida mais chique de St.Petersburgo a NEVSKY PROSPECT, ficamos dois dias neste hotel e eu o escolhi pelo seguinte motivo: Conforto e localizacão. Como ele era próximo das principais atracões de Peter, fizemos quase tudo á pé, um luxo. O café da manhã foi muito bom, e no nosso quarto tínhamos a vista da avenida mais chique de St.Petersburgo. Mas verdade seja dita, os quartos eram bem pequenos, mas em nada diminuiu o conforto, que cama!!! Dormi muito bem.

A recepcionista falava perfeitamente inglês, e prontamente nos indicou um local para comer assim que chegamos. Aqui tem o site do hotel http://goldtriangle.ru/en/ . Recomendo.

20150420_072656   20150420_125151 russia 033 russia 029 russia 030russia 032  Como essa primavera foi muito fria, as árvores ainda  estavam pensando que era inverno, mas no verão deve ficar muito bonito. Acho brega tirar foto em hotel, só faco isso para colocar no blog e o sacrifício é acordar 7 da manhã, quando não terá ninguém olhando. Bom, agora queridos leitores, vcs tem fotos reais do hotel, e não aquelas que tem no site e te fazem pensar que é uma maravilha na terra.

Na esquina do hotel tem uma restaurante bem popular na Russia, uma espécie de Giraffas orgânico. Tem em todo lugar, em todo bairro, porém logicamente os tamanhos são diferentes. Esse perto do hotel, na minha opinião foi o melhor, ( fomos em 3 diferentes). O restaurante se chama MARKETPLACE, e a proposta é oferecer comida digna, orgânica ( eles tem fazendas próprias na Russia) e barata. O almoco comercial, custa 200 rublos ( 3 euros) e é composto de: Salada, sopa, prato principal e suco). Detalhe: Comida com pouco sal, pouco óleo, pq a proposta é ser saudável. Logico que á la carte é um pouco mais caro, e com mais fru-frus mas ainda assim, ridiculamente barato 🙂 Com 15 euros vc come super bem. Fotos:

russia 064

A primeira foto é do meu chazinho de gengibre, hortelã, limão e mel 🙂 O carinha colhe o hortelã da hortinha no bar. Fofo.

Aproveitei e conheci:

  • Catedral de São Issac
  • Catedral Kazan
  • Fortaleza de Pedro e Paulo
  • Gostiny Dvor
  • Igreja do sangue derramado
  • Museo Hermitage
  • Nevsky Prospect
  • Galleria Shopping center
  • Praca do palácio

Como eu estava com uma gripe do cão, faltou ir ao teatro e ao Yusupov Palace. Mas com certeza ficará para a próxima ( sim, haverá uma próxima, quem se habilita a me fazer companhia?)

Não vou dar dicas e escrever textos longos por onde passei, mas recomendo a nossa guia, que foi um anjo. Vc pensa que é luxo ter um guia por lá?Não é luxo, é necessidade, afinal tudo por lá é em russo, ou quase tudo, a guia vai te dar os pontos de localizacão, traduzir algumas coisas, mostrar o mapa do metro, dar aquelas dicas fantásticas que de tanto que vc economiza, vc já pagou ela e não teve estress. No facebook ou no google vc a encontra, o nome dela é: Catalina Semenova-Panshina. Ou seja, up to you…ter ou não ter um guia. Há, ela fala português. E o preco? Justo e de mercado. Com a baixa no rublo, nada será muito caro por lá, com excessão das roupas.

Hotel 2

Sokos Palace Bridge

Hotel 5 estrelas, com comodidades de um hotel deste padrão e mais: Academia top, Spa ( razoável), caixa eletrônico, loja de souvenir e um bom restaurante Espanhol e outro francês. Gostei do hotel em si, o staff foi meio escroto ( ok, parte dele). Algumas recepcionistas eram fofas, outras imitavam soldados soviéticos. Não adianta nem enfeitar muito. Putz, é um hotel 5 estrelas, me ofereceu tudo o que eu paguei por. Não sou mais estudante, passei da fase de pensar ” hotel é só para dormir”. Para mim hotel pode até ser só para dormir, mas vou dormir bem!! Lencois de algodão digno, café da manhã sem aquele monte de familia correndo e gritando com as criancas, o caos. Pagando bem, o tratamento digno não é favor, está incluso no preco, ficamos 4 dias, e nos divertimos muito. Aqui está o site: https://www.sokoshotels.fi/en/st-petersburg/sokos-hotel-palace-bridge.

Não é tão no centro, quando fomos para o Hermitage andamos 15 minutos. Ou seja é bem próximo. Voltarei nesse hotel só pela academia :):):).

russia 082russia 083 russia 084 russia 086

Cosméticos 

Na Rússia tem uma linha de cosméticos “orgânica” ( não consigo visualizar nada orgânico neste mundo, só o que eu pego no pé).chamada NATURA SIBÉRICA, deve ser a NATURA da Rússia. Como foi bem recomendado, eu comprei, não viverei mais sem esses produtos, essa é a parte chata da coisa. São realmente bons.

Jabón negro detox de Natura Sibérica

maquillaje total

Algumas aquisicões, sabonete de limpeza profunda e máscara para olheiras. Se for a Rússia, por favor: Como strogonoff, beba vodka, e compre esses cosméticos. Poderia ficar horas escrevendo aqui sobre a viagem, mas já estou de saco cheio, imagine vc qe está lendo. Então, acabou. É isso.

Escola do futuro. Ou uma volta á Grécia antiga?

A nova reforma educacional está sacudindo a cabeca de todos na área, o que é normal, toda mudanca é um pouco turbulenta. E ainda por cima sendo feita em um momento de caos politico-econômico. Nas Universidades já vimos alguns espacos abertos de estudos. Dizem os especialistas da Universidade de Helsinki que no futuro as salas de aula não terão mais cadeiras, já imaginaram? Todo mundo sentado em grandes puffs com apenas um tablet na mão? Me vêem á mente, Aristóteles ensinando ao ar livre e cada aluno anotando onde dava :P.

Bom, mas enquanto esse futuro dos especialistas não chega. Deixo algumas fotos de projetos recentes de algumas escolas modelo na Finlândia ( sim, temos escolas modelos, são as mais novas e maiores, mas todas terão o mesmo formato).

Paredes pintadas com uma tinta especial que reproduz o famoso “quadro branco”

20150123_152449

Uma sala de aula montada com grandes mesas de refeitório ( time work) e sofás

20150123_15393520150123_154003Alguns móveis que já são usados nas creches, as camas são estratégicamentes embutidas nas paredes, afinal depois do almoco, as criancas dormem em torno de 50 minutos.

20150123_151909

20150123_151831

Abaixo, alguns projetos de sala de aula

20150123_145904 20150123_145901 20150123_145855 20150123_145919 20150123_145914 20150123_145909

E agora é só literalmente “pagar para ver”.

Sabe aquela coisa da mãe gritar com o filho ” menino, vai sentar na mesa, para fazer o dever de casa!”

Coisa do passado, estudos comprovaram que estudar deitado no chão faz o sangue circular melhor. Eu estudava ouvindo música e minha mãe sempre dizia: “Não vai aprender nada!!” Estudos da minha vida comprovam, aprendi e muito ;P.

Faculdade na Finlândia

Quer fazer faculdade na Finlândia? Não sabe o que fazer? Seus problemas se acabaram! Você chegou ao post certo.

Já escolheu o que vai estudar?  O primeiro passo é entrar em contato com a universidade , abaixo alguns links:

http://www.jamk.fi/en/Home/  Faculdade de Jyväskylä

http://www.kyamk.fi/Applying/  Faculdade de Kouvola ( ond eu moro)

http://www.hamk.fi/Sivut/default.aspx#_ Faculdade de Hämeen

Existem muitas outras, uma voltinha no google e ele te mostra tudo. Depois que você escolheu o curso, você terá que aplicar para a universidade, fazer uma prova em Inglês ( lembrando que a apresentacão do TOEFL é obrigatória).Depois de todo esse trabalho, vc passou!

A documentacão necessária, inclui os certificados do ensino médio, devidamente traduzidos ( inglês ) e com os carimbos necessários da embaixada da Finlândia no Brasil e MRE.

Agora, a próxima etapa é conseguir o visto de residência, para isso vc terá que:

  • Preencher a documetacão de requerimento do visto, fornecida pela embaixada no Brasil ou pela policia local.
  • O aluno não terá direito ao seguro social finlandês, ele será responsável pelos seguros obrigatórios ( saúde) e deve ter uma conta bancária com no MÍNIMO 6.720,00€ . Como emprego por aqui está dificil, e os cursos são integrais, o governo entende o seguinte: Se vc conseguir se manter aqui, por suas próprias pernas, WELCOME!!

Algumas universidades oferecem alojamentos baratos para os alunos, vale a pena se informar! Um link com todas as informacões detalhadas para você ler e ser feliz está aqui: http://www.studyinfinland.fi/how_to_apply/eligibility_criteria/entrance_examinations

Então, tá dificil ou vou ter que desenhar? No caso colar:

1- Você recebeu em casa, uma carta que você foi aceito na universidade.

147223e03ac9c4aeb60ba769a70850a6d57ad728

2- Aplique os formulários de residência e tenha em mãos os certificados já traduzidos. 6f01bfa278c9b28b3c07a1d4433cf3d91ea340ba

 3- Vá visitar a embaixada e ter a oportunidade de conversar com as pessoas fofas que lá trabalham ( é sério, eles são bem queridos!!)

migri

4- ESPERE. ESPERE, ESPERE E..aguarde..seu pedido está SENDO processado.8c8f9fa548202f2cf3c23aaff7a63e7f639edd2f                                              5-  Opa, saiu. Você foi aceito e seu visto será dado ( apenas para 1 ano tá? Depois tem que pedir de novo, pagar de novo e etc…tem que ter a mesma quantia no banco e etc..)035fd2c40c2119e6e1669d0b113f40166a5984347- Depois é só esperar umas 2 ou 3 semanas para seu visto chegar na embaixada da Finlândia no Brasil.
5510d1f38cbb05ae5cba093da5b85ac051a4722d 8- Hora de ir buscar o seu visto, fazer as malas ( lembrando de colocar pelo menos umas 3 caixas de chocolates da GAROTO na mala, para trazer de presente para essa que vos escreve, certo?)

562d0b16e952043308f0746c7f8255f234685d25

Preto, branco, amarelo, albino. Um viva á todas as cores

Ontem vi o filme ” twelve years a slave” ( 12 anos de escravidão), e pensei: ” Uma história com mais de um século e no entanto, se repete em 2015.”

A verdade é essa,Há quem diga, que estamos em uma época de  regeneracão, eu dentro da minha burrice e ignorância, acho que nós, seres humanos, não mudamos. A verdade é que quando somos bons ( acreditem já fui um anjo), as pessoas nos tratam como imbecis, idiotas, que no mínimo servem para os outros tirarem proveito. E quando evitamos “distribuir” bondade, desconfiamos de quem é bom de verdade, pq aqui entre nós, pessoas REALMENTE boas, estão em falta no mercado ao meu redor.

Eu não vejo diferenca de cor, de credo, de raca e nem de ABSOLUTAMENTE NADA entre ninguém. Quanto racismo ainda existe no mundo, e como será que surge? Mais uma vez…educacão. São os pais, os amigos a sociedade, que diz, que ser negro é feio, que ser gay é coisa do diabo e por aí vai.

Me lembrei da primeira vez que a Julia viu um negro, ela era bêbe (não tinham muitos aqui no interior ). Na verdade, ela devia ter 1 ano e 2 meses, foi na primeira viagem dela ao Brasil, sentamos no aeroporto de Helsinki do lado de uma familia africana, pai, mãe e filhinha. Comecamos a conversar, quando nos demos conta que a Julia e a outra crianca, estavam caladas, olhando fixamente no olho uma da outra e do nada, comecaram bem devagarzinho a irem se tocando no rosto, na mãozinha, e continuavam a se olhar, de repente comecaram a sorrir uma para outra, mas o tempo todo se olhando com uma cara de  quem diz. “Meu Deus, vc é tão diferente!”.

Fernanda chegou aos 18 anos, sabendo que: Julgar é feio, falar mal das pessoas por trás delas é deselegante e discriminar é o pior de tudo.

Julia está tendo a mesma educacão, espero que quando chegar a adolescência, ela tenha ótimos amigos que pensem igual á ela. Que todos somos iguais.

Para quem pensa que na Finlândia não tem racismo, continue pensando.

20150201_141153

Taí a foto que não me deixa mentir:) Achei no nosso album de viagens… Há e o filme? Vale realmente a pena ver, um filme tocante.